Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

O homem do Pesadelo na Cozinha tem um Sonho de restaurante - Parte I

por Renato, em 04.06.17

iPhone - Foto 2017-06-02 19_59_26.jpeg

 "Estendal do Bairro" - Bacalhau desidratado com molho aioli de coentros e pimentos

 

Eu não quero confundir-vos. Quando ontem escrevi no facebook e no instagram sobre o dia mais feliz e, ao mesmo tempo, menos feliz da minha vida no 100 maneiras referia-me à primeira vez em que senti genuinamente mixed feelings. Não é que não estivesse à espera, mas não com aquela intensidade. 😐

 

Feliz por ver aparecer; infeliz por ver desaparecer.

Feliz por olhar; infeliz por cortar.

Feliz por provar; infeliz por acabar.

 

🤔🤔🤔

 

Que arte é esta? Será quando temos alguém que pega num conjunto de bons produtos e molda-os num prato aparentemente simples mas com técnicas que ultrapassam a nossa imaginação? Eu penso que sim. 

 

É como num oleiro a moldar o barro ou uma bordadeira a trabalhar o seu tecido. 👨🏼‍🎨

 

iPhone - Foto 2017-06-02 20_15_26.jpeg

"Tu Matas-me" - Será que alguém consegue adivinhar o que é?

 

Ainda assim, quando estamos perante um cozinheiro que pinta o seu prato e quando o prato vem para a mesa eu não posso emoldurá-lo ou utilizá-lo como me der na real gana. Não posso perpetuar a experiência, mesmo que tire 132 fotografias e porque não é algo estritamente visual. Posso sim guardá-la na minha memória mas sabendo que é volátil. Se lá voltasse não ia ser igual, eu sei disso. 🙌🏼

 

iPhone - Foto 2017-06-02 20_24_06.jpeg

"Perfect skin" - Pele de peixe frita, salmonete, paté de sardinha, paté de fígados, escamas de peixe e maionese de caril

 

Mas no meio disto tudo valha-nos o André, o simpático escanção e chefe de sala, que escolheu um vinho branco Quinta do Ameal, casta Loureiro, e um vinho tinto 100 Maneiras By Herdade dos Grous. 👌👌

 

O André agradeceu pela confiança e pelo desafio mas não era necessário… Nós sabíamos que estávamos em boas mãos. 🙏🏼

 

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

 

Tomem lá mais um sobremesazinha saudável! *

por Renato, em 22.03.17

iPhone - Foto 2017-03-22 17_08_22.jpeg

 

Oh mas que bem, saudávelzinho, o menino!

 

Deve ser para as meninas e o vinho com quem um tal de presidente do eurogrupo diz que andas a gastar dinheirinho.

 

Só falta mesmo essa bóia de salvação, esse pneu de camião, à volta do teu abdómen. 

 

Excepto isso e o ginásio que pagas todos os meses sem lá pores esses teus pés que mais parecem barbatanas pelo som do andar, tudo bem!

 

Só por isso e já que vai apetecer-te sobremesa depois daquele jantarzinho de sopa de espinafres passada, faz o seguinte:

 

Junta um 2 abacates, 1/2 banana, 1 iogurte natural, 3 colheres de sopa de chocolate em pó e hortelã a gosto.

 

iPhone - Foto 2017-03-22 17_08_22 (1).jpeg

 

iPhone - Foto 2017-03-22 17_08_21.jpeg

 

Tritura tudo e vai lá encher o bandulho sem tanto peso nessa cabeça que já tem mais gordura que consciência.

 

iPhone - Foto 2017-03-22 17_08_20.jpeg

 

* todas as ofensas são dirigidas ao autor.

 

www.patuscada.blogs.sapo.pt

www.facebook.com/patuscadablog

www.instagram.com/patuscadablog

 
 

"A minha roupa velha" ou "Hoje é Domingo e amanhã é Segunda-feira que é como quem diz: dia de trabalho"

por Renato, em 25.12.16

Olá meus póneis de pelúcia vermelho concha,

 

Não venho ser o Grinch do Natal deste ano, podem ler até ao fim.

Espero que o vosso Natal tenha sido bem encalorado e juntinho da maravilha que são aqueles tios muitaaaa chato-fofos quando embriagados e impecáveis quando sóbrios.

O meu foi agradável. Ontem estava a chegar a Pias, Alentejo e hoje já estou no Barreiro. Enfim, amanhã é dia de trabalho não é, meus preguiçosos com cara de segunda-feira?

 

IMG_6090.JPG

 

Sabem aquelas mesas super bem postas, com os pratos todos em concordância e com os respectivos membros da família a respeitarem os tempos da sagrada refeição? Bem, esta não é nada disso. Até porque para alguns a ceia já tinha começado pelas 10 da manhã.

 

IMG_6104.JPG

(A fotografia foi propositadamente a preto e braco para disfarçar a heterogeneidade e salientar a beleza envolvente. Estas últimas palavras foram um misto de falsa humildade e resignação para ficarmos por aqui no que diz respeito à mesa. Fim!)

 

De resto, o dia da véspera e o dia de Natal foram passados como tinham de ser, isto é, a fazer o que cada um lhe der na real gana. Os meus foram essencialmente a comer, a dar umas voltas e a ler.

IMG_6102.JPG

(Leiam, ler faz bem. Este livro é bonito. Obrigado, Valter.)

 

Agora, amanhã é dia de trabalho e eu já me exilei do sítio da comida. Apesar de tudo, sobrou um bocado de bolo rainha que trouxe comigo e decidi fazer uma das coisas que mais gosto. Assim mesmo á confiança, torrei as fatias do bolo e besuntei-as com manteiga. Não há emenda.

 

IMG_6103.JPG

Agora, fiquem bem que eu vou apanhar o vinho do chão pois acabei de deixar cair o copo de vinho a fazer uma coisa aparetemente simples que foi pegar no copo.

Vocês são lindos. Até para a semana!

Um Brinde à Amizade

por Renato, em 26.04.15

iPhone-Fotografia 2015-04-24 21_11_38.jpeg

Inicialmente, quando criei este blog e tal como o nome dava as pistas, pensei que gostaria de fazer uma ode à amizade através das minhas experiências na cozinha apenas enquanto pessoa que gosta de cozinhar.

Ao longo deste tempo fui fazendo isso, ora com amigos, ora comigo e com a minha namorada, ora comigo próprio "forever alone"; entretanto, mais do que o convívio, fui mostrando apenas os cozinhados com aquilo que me serviu de mote para os fazer.

Hoje não vim dar especial atenção aos pratos, vim dar especial foco aos momentos, em que a partilha de boas experiências é feita à mesa, acompanhada por uma boa refeição e por um bom vinho(s)!

iPhone-Fotografia 2015-04-24 21_42_40.jpeg

Um dia disseram-me que os amigos são a família que nós escolhemos (não, não tenho qualquer problema com a minha família, apesar de não a ter escolhido, de facto). Em parte até concordo, apesar de poderem ser só aqueles 5 ou 6 que estão ali sempre à mão de semear, são aqueles nos fazem querer manter no mesmo sítio durante muito tempo ou, em última instância, aqueles que nos fazem retornar ao sítio onde sabemos que seremos sempre bem recebidos, que seremos sempre bem acolhidos, sem olhares constrangedores ou silêncios desconfortáveis. Aqueles 5 ou 6 amigos que estão ali são aqueles que dão continuidade às conversas sem grande lógica, aqueles que conhecem bem a nossa zona do "estou a achar um piadão a isto tudo apesar dessa coisa parva que acabaste de dizer e fazer" e, a zona do "estás a abusar por isso mais vale estares quieto e calado porque isto não vai levar a lado nenhum". A família não tem esta última parte (tendo outras coisas que também fazem falta).

iPhone-Fotografia 2015-04-24 21_27_19.jpeg

Particularmente, calhou-me vir trabalhar para um sítio distante de casa e onde não conhecia gentinha nenhuma; hoje em dia, posso dizer que sair daqui era fazer um sacrifício pelos amigos que aqui fiz até agora. Estes a quem me refiro, são gente de bem e com quem eu gosto de ir para a palhaçada em jantares de tertúlia; com quem conversar, beber um bom vinho e ouvir uma boa música é como comer manteiga com pão; com quem onde já fui às 2h da madrugada ajudar a mudar um pneu do carro porque sabia que fariam o mesmo por mim. Amigos destes são aqueles que se situam na zona do "estás aqui e és importante" e na zona "se me desiludires, isso vai-me custar".  É importante tê-los, é saudável vê-los, é difícil mantê-los e é muito fácil perdê-los por este mega limbo onde se encontram.

iPhone-Fotografia 2015-04-24 21_11_43.jpeg

Pegando no mote da Super Bock, de onde interpreto exactamente o que escrevi, é caso para lhes telefonar, mandar mensagem SMS, facebook ou seja lá o que for. Se não forem aqueles 5 ou 6, qual é a piada disto tudo?

Há dias escolhidos para a família quando está por perto; quando não a temos, podemos sempre festejar estes dias com os amigos que escolhemos e que gostamos de receber cá em casa. Neste jantar, acabei por seguir aquilo que disse no post anterior e fiz um risotto para 4; os patés para as entradas foram feitos em casa; os vinhos tintos Chaminé e Tapada do Barão (contrariando aquilo que alguns dizem de que o vinho utilizado para o risotto deve ser o mesmo que acompanha a refeição!), assim como o Cheesecake de frutos silvestres da Ti Marquinhas foram trazidos porque este foi um jantar partilhado, em todo o sentido que isso pode ter.

iPhone-Fotografia 2015-04-24 21_59_50.jpeg

Assim se compensa aquelas outras coisas que estão longe dos olhos.

Bom domingo!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos