Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Pontas-soltas de massa fresca

por Renato, em 10.05.17

Sabem aquelas pontas soltas da massa fresca?

 

Eu alonguei-as e deu em pequenas pizzas.

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_56.jpeg

 

Pizzas com o que havia em casa. Já sabem, para a massa fresca a proporção é 1 ovo para 100 g de farinha.

 

O melhor é que em 10 minutos no forno temos pizzas! 

 

Bom dia!

 

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

Cristóvão Colombo vai a um magusto.

por Renato, em 21.08.16

Ela anda por todo o lado. Há tempos atrás, era só uma moda de Outono/Inverno; hoje, é tendência Outono/Inverno/Primavera/Verão, veste castanho e assume um estilo informal em que, algumas das suas formas puxam influencia de um quadro de Salvador Dali.

Hoje em dia, pelo que percebo, está mesmo na moda pois, é uma menina que tem propriedades bélicas, fazendo-a digna de habitar em qualquer estômago durante todo o ano. Eu tenho uma teoria: os experts da alimentação cansaram-se de dizer “HIDRATOS DE CARBONO NÃO! FAZ MAL! É bom… MAS FAZ MAL! NÃO COMAM. COMAM SOPA AO JANTAR! Nós sabemos que não apetece… MAS É O MELHOR E VÃO PERDER PESO APESAR DA FOME DESCOMUNAL QUE IRÃO PASSAR!” e tiveram de encontrar uma alternativa. Et voilá (a única coisa em francês que eu sei dizer): Embrace yourselfes, sweet potatoes are coming!

Eu próprio prossegui com um estudo aprofundado acerca das batatas doces e, dei por mim a ler sobre as rotas comerciais do mediterrâneo (aprendi nada…). Então não é que um malandro chamado Cristóvão Colombo, potencialmente Português, foi até à América Central e trouxe a batata doce para a Europa?  Não é que o malandro foi a um magusto americano e trouxe de lá as batatas doces?

Ainda mais atrevida é a batata doce que, dentro da fatiota castanha, pode ter uma lingerie púrpura, branca ou cor-de-laranja. Nós por cá somos moderados no seu consumo… ou éramos! No resto do nosso mundinho ela vai sendo consumida todo o ano; aliás, parece que a forma como a África Oriental dá nome à batata doce significa “protectora das crianças”; lá super nutritiva dizem ser.

 

Como sabem tem inúmeras utilizações e eu até uso bastante.

 

Hoje, enquanto alternativa à massa tradicional para base de pizza, tentei fazer algo diferente com a batata para substituir. Vi isto noutro blog, claro!

 

iPhone - Foto 2016-08-21 13_52_20.jpeg

 
Para começar, triturei os flocos de aveia; descasquei uma batata doce e também a triturei (mesmo assim, crua!).
A estas duas últimas coisas, juntei 2 ovos.
 

iPhone - Foto 2016-08-21 11_07_26.jpeg

iPhone - Foto 2016-08-21 11_13_34.jpeg

iPhone - Foto 2016-08-21 11_16_25.jpeg

 
Como vi que a mistura tinha fica demasiado líquida, acrescentei mais flocos de aveia triturados até obter a consistência certa!
Sal e pimenta.
 

iPhone - Foto 2016-08-21 11_32_28.jpeg

Frigorífico durante uma meia-hora.
Untei o papel vegetal com azeite e espalhei a mistura.

iPhone - Foto 2016-08-21 13_05_51.jpeg

iPhone - Foto 2016-08-21 13_07_13.jpeg

 
Forno a 180º.
 
Quando estiver rija, tiram do forno, viram ao contrário e pincelam com azeite a parte de baixo.
 

iPhone - Foto 2016-08-21 13_32_36.jpeg

iPhone - Foto 2016-08-21 13_34_08.jpeg

Forno!!!
 
Agora é com vocês!

iPhone - Foto 2016-08-21 13_42_11.jpeg

iPhone - Foto 2016-08-21 13_52_16.jpeg

Bom Domingo!

A maldição da Pizza com Fruta

por Renato, em 17.05.15

FullSizeRender(7).jpg

Aqui por casa há quem abomine fruta na pizza. Eu não sou um abominador de fruta nas pizzas, mas detesto comê-las com ananás. Uma coisa é certa: se estiverem a encomendar uma pizza para casa e me perguntarem qual é a que eu quero, decerto que não será uma com ananás ou qualquer outra fruta. Fruta na pizza? Fruta é para comer depois da refeição; fruta é para fazer salada de fruta; fruta é para fazer batidos de fruta; fruta é para doces caseiros; bem, é muita fruta para muitas aplicações... mas na comida?

 

Ansiedade

Confusão

Impaciência

 

Foram alguns destes sentimentos que vivi sempre que alguém pedia uma pizza com fruta - especialmente ananás -, ou sempre que alguém me dava uma pizza a provar e, de repente, sentia um sabor adocicado e, logo depois, ácido, sem mais nada para fazer um contraste e me fazer dizer: "Yaaa! Gosto mesmo disto!".

Houve um dia, num fim de semana como este, em que fui a uma pizzeria em Almancil chamada Pizzeria Casavostra; neste dia estava por tudo (e também com fome), sendo que cheguei e sentei-me lá fora num dia solarengo com algum calor; ao perceber que me apetecia qualquer coisa fresca, pedi uma Heineken e fiquei a escolher a pizza. Através do que vos vou contar a seguir, poderão especular e dizer que escolhi a pizza pelo nome e não percebi os ingredientes que continha (talvez!) ou então que, como estava por tudo, decidi dar uma hipótese à fruta.

Pizza DonCorleone. Não a escolheriam pelo nome? Tanto o nome como os ingredientes me deixaram, ao mesmo tempo, de pé atrás e com curiosidade. Uma Pizza DonCorleone remete-me para alguma classe e para personalidades difíceis. Pinhões, queijo Gorgonzola e Uvas eram os ingredientes desta Pizza DonCorleone. Uvas, meus senhores e senhoras! Eu pedi uma pizza com Uvas! O que me fez pedir esta pizza com fruta tem uma razão bastante mais simples: via tantas receitas com queijo Gorgonzola (cheiro e sabor característico que, se já o provaram, compreenderão) com outros produtos doces, como figos ou uvas, que decidi experimentar. O veredicto final foi um grande "Sim!". À partida, esta mistura não faz assim tanto sentido mas, depois de feita, percebemos que aqueles dois ingredientes existem um para o outro. Não existem aquelas pessoas que são bastante diferentes uma da outra e que acabam por se complementar de alguma forma? Pode ser uma metáfora para isto mas, neste caso, complementam-se através de uma Pizza.

O que vos venho mostrar no post de hoje é a tentativa de reprodução da pizza DonCorleone. Obviamente que, como há abominadores de fruta na pizza cá por casa, houve a necessidade de fazer uma metade de pizza mais tradicional e outra metade à Don Vito Corleone com apenas uma alteração.

Para começar, usei amêndoas em vez de pinhões (percebem a razão? €€€) e comecei por torras as amêndoas numa frigideira.

FullSizeRender(4) (2).jpg

Estendi a massa no tabuleiro e coloquei o molho de tomate (que o podem fazer com tomates frescos: tomates cortados, sal, pimenta, algum açúcar a reduzir numa frigideira e está feito!)

FullSizeRender(5) (1).jpg

A metade tradicional levou rodelas de cebola-roxa, chouriço cortado aos cubos e queijo mozzarela.

(Agora o que interessa) A metade DonCorleone levou queijo Gorgonzola, amêndoa torrada e uvas.

FullSizeRender(6).jpg

Foi ao forno 20/25 minutos a 200º.

FullSizeRender(8).jpg

A pessoa tradicional aqui no sítio até a Don Corleone comeu mas, obviamente, preferiu a tradicional porque esta metade tinha fruta e, citando-a, "(...) a fruta é para se comer fria!".

Com esta experiência percebi que não sou mesmo um abominador de fruta e que fiz bem em lhe ter dado uma oportunidade. Já o ananás... bem... não sei... acho que é mesmo algo que não dá! Não dá, epá... não dá.

Bom Domingo!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos