Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Almôndegas de lentilhas para a mesa 3

por Renato, em 24.05.17

Lentilhas de molho durante uma hora. Água fora, lentilhas ao lume.

 

Vinte minutos deve chegar.

 

Lentilhas cozidas e feitas em puré, é só ir juntando colheres de sopa de farinha de linhaça e pão ralado até termos a consistência certa - o suficiente para moldarem a pasta como bem entenderem.

 

Depois de moldado, é deixar que o azeite faça o seu trabalho. Não precisa de muito tempo, precisa só de ficar bem dourado.

 

Em dois minutos cozem couscous com uma boa infusão de hortelã. Levam à frigideira e, mais uma vez, deixam que o azeite trabalhe. Juntam courgete, cenoura laminadas e mais um bando de especiarias que tiverem à mão.

 

Posto isto e havendo salsa fresca, é uma questão de abusar dela.

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_57.jpeg

 

Um almoço e um jantar que pode dar para muita gente, um almoço de levar para o trabalho ou um jantar fácil e rápido. 

 

Bom dia!

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

Quiche com o que há em casa

por Renato, em 22.05.17

 

iPhone - Foto 2017-05-15 18_21_00.jpeg

 

Para todos aqueles que estão em casa e não sabem o que fazer para os 2 ou 3 almoços da próxima semana. 

 

iPhone - Foto 2017-05-15 18_01_22.jpegiPhone - Foto 2017-05-15 18_13_35.jpeg

 

Eu não sou especialmente apologista de almoçar fora em contexto de restaurante durante a semana de trabalho. São várias as razões para levar almoço feito em casa: sei, efectivamente, o que estou a comer; compensa financeiramente; comer fora (diga-se em restaurantes) é coisa que gosto de fazer mas o meu almoço é demasiado solitário e rápido para fazê-lo desta forma e desperdiçar um momento que poderia ser prazeroso.

 

iPhone - Foto 2017-05-15 18_20_51.jpeg

 

Esta é uma opção que há que ter na manga. Atenção atletas: cheia de ovos!

 

A quiche com o que há em casa.

 

iPhone - Foto 2017-05-15 19_29_48.jpeg

 

Seis ovos, uma courgete laminada, um punhado de espinafres, queijo mozzarela e mais uns quantos tomates-cereja.

 

Com queijo fica mesmo muito bom!

 

iPhone - Foto 2017-05-15 20_01_39.jpeg

 

Boa semana para todos!

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

Tapas e petiscos dá Tapisco.

por Renato, em 21.05.17

 

IMG_0134.JPG

 

A receita do nome é simples, assim como o conceito que é, nada mais nada menos, um misto de produtos com pratos Portugueses e Espanhóis. Este foi o restaurante que Henrique Sá Pessoa abriu este ano.

 

Com um conjunto de tapas/petiscos e pratos para partilhar, é uma cozinha simples, sem grandes invenções, bem conseguida e é exactamente aquilo a que se propõe. 

 

Quem vai à procura de especialidades e pratos de autor não é ali, apesar de manter a qualidade que temos em expectativa.

 

O espaço, apesar de pequeno, é quente, aconchegante e com uma decoração cheia de pormenor. Há lugares sentados ao balcão e em mesas; nós ficámos nas mesas, algo que me arrependi porque os lugares de balcão estão viradinhos para a cozinha.

 

IMG_0135.JPG

 

A experiência neste espaço passou pela La Bomba de Lisboa - bombas calóricas salgadas de batata doce e alheira, com maionese e molho de tomate -, Paella Negra - uma paella com tinta de choco e maionese de alho -, Mousse de Chocolate Negro com Azeite e Flor de Sal e uma Mousse de Turrón de Alicante.

 

O que destaco é a Paella Negra em que a única coisa que poderia ser mudada é a quantidade de maionese de alho pois corre o risco de ficar demasiado enjoativo, mesmo após espremer o limão. De resto, todos os outros produtos daquela Paella estavam impecavelmente cozinhados.

 

IMG_0133 2.JPG

 

Depois, eu que não sou um grande fã de mousse de chocolate, esta mousse de chocolate ganhava muitos pontos com aquele caviar de azeite, conferindo-lhe uma cremosidade extra; já para não falar da flor de sal que intensificou toda aquela experiência de chocolate negro versus azeite. Nada a apontar!

 

IMG_0137.JPG

 

Por fim, La Bomba de Lisboa, com a mistura da batata doce e alheira salgadinha é uma aposta ganha. Uma daquelas entradas óbvias que nunca deixam ficar mal! Já a Mousse de Turrón… Bem… Só poderíamos esperar algo do género: doce mais doce não há!

 

IMG_0138.JPG

 

Um bom sítio para ir e ficar de estômago reconfortado. Não aceitam reservas, nem precisam, porque está sempre cheio mas a rotação de clientes também é rápida. O conselho é ir cedo para quem quer ir jantar ou, quiçá, fazer um lanche ajantarado. Estão abertos das 12h às 24h.

 

Muitas iguarias para vocês!

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

De migalhas a migas

por Renato, em 16.05.17

iPhone - Foto 2017-05-13 12_38_13.jpeg

 

“Esmigalhar” é um termo que eu aprecio.

 

Não é um termo particularmente bonito ou usual. Não é, de todo, um termo que eu inclua no meu dia-a-dia. Podemos até dar-lhe uma conotação negativa numa qualquer troca de galhardetes mas nem aí provocaria um grande impacto.

 

“Vou esmigalhar-te todo!”, ninguém diz isto. Se o disserem, bem… Pelo menos não digam “top”.

 

Já se eu disser “Vou desfazer-te todo!” já soa melhor; acho que até um simples “Vou reduzir-te a migalhas!” ficaria bem.

 

Lutas de egos deste género só as tenho contra o pão. Só contra ele é que faz sentido. No fim de contas estamos só a falar de migalhas…

 

O pão é um alimento base da gastronomia alentejana e aqui falo por experiência própria. O pão às refeições - mesmo todas - vem a acompanha-me desde cedo. Os meus pais, os meus tios e os meus avós, todos eles são frenéticos fãs de pão, excepto quando estão de dieta.

 

Açorda, ensopados, caldos, gaspachos ou migas. Tudo com pão e tudo devidamente saboroso.

 

Seja pão fresco, seja pão de ontem ou seja qual for o pão há sempre boas soluções para o pôr no prato.

 

Foi em memória às migas do meu tio Guilherme que decidi pegar num pão de centeio de ontem para fazer umas migas de bacalhau e espinafres.

 

Assim, piquei uns bons 4 dentes de alho e refoguei numa boa quantidade de azeite - atenção que vão precisar de bastante azeite para esta receita.

 

iPhone - Foto 2017-05-13 12_21_43.jpeg

 

Entretanto, ensopei o pão em água quente e escorri, tirando todo o excesso de água.

 

iPhone - Foto 2017-05-13 12_25_19.jpeg

 

Quando o alho estiver bem loiro, o pão segue para a frigideira e sejam generosos a fritar o pão. Quanto mais dourado - não queimado! - melhor!

 

iPhone - Foto 2017-05-13 12_31_51.jpeg

 

Mexi o pão na frigideira e quando o vi suficientemente dourado, deitei o bacalhau desfiado, que precisa apenas de uns 5 minutos no lume alto da frigideira.

 

iPhone - Foto 2017-05-13 12_33_49.jpeg

 

Por fim, já com o lume desligado, deitei os espinafres, mexi e deixei cozinhar no calor residual.

 

iPhone - Foto 2017-05-13 12_36_35.jpeg

 

A cozinha alentejana é simples, cheia de sabor e história.

 

Há que aproveitar!

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

O sítio certo para o chocolate

por Renato, em 15.05.17

Fornadas destas são bem-vindas! 

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_56 (1).jpeg


Esta fornada de bolachas com pepitas de chocolate é dedicada ao fim-de-semana que passou. 👌

 

Foram demasiadas coisas a acontecer. Uma fornada delas. 


Para estas bolachas 🍪 derreti 150 gramas de manteiga, juntei 200 gramas de açúcar mascavado e misturei tudo. Juntar 2 ovos e envolver mais uma vez.

 

Juntar aos poucos 250 gramas de farinha e 1 colher de chá de bicarbonato de sódio, envolvendo tudo.

Cortar 150 gramas de chocolate negro grosseiramente e envolver na massa.

 

Agora é fazer uma bolacha por cada coisa boa que aconteceu no fim-de-semana e por cada vez que ouviram a música do Salvador Sobral na última semana. 🎼🎤 

 

Boa semana! 

 

🤗 

 

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

 

Direitinho para os paleos desta vida.

por Renato, em 11.05.17

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_53.jpeg

 

Este prato serve de dedicatória aos meus amigos paleos.

 

Para todos aqueles que querem reviver o espírito festivo de há 4 mil milhões de anos atrás.

 

iPhone - Foto 2017-05-11 17_36_54.jpeg

 

Os mais pomposos vegetais espiralizados (estou fã do espiralizador!) com a proteína que vocês merecem!

 

Os legumes foram ao forno até ficarem macios e caramelizados. Podem usar azeite ou óleo de côco e, quem sabe, mel (se quiserem muito, vá!).

 

iPhone - Foto 2017-05-11 17_36_55.jpeg

 

Vão lá praticar algum exercíciozinho, vá!

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_54.jpeg

 

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

Pontas-soltas de massa fresca

por Renato, em 10.05.17

Sabem aquelas pontas soltas da massa fresca?

 

Eu alonguei-as e deu em pequenas pizzas.

 

iPhone - Foto 2017-05-08 20_54_56.jpeg

 

Pizzas com o que havia em casa. Já sabem, para a massa fresca a proporção é 1 ovo para 100 g de farinha.

 

O melhor é que em 10 minutos no forno temos pizzas! 

 

Bom dia!

 

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

Para todos os ressacados de bolos

por Renato, em 08.05.17

 

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_57.jpeg

 

Vá, façam lá a desintoxicação desse bolo de arroz ou desse rim cheio de creme de ovo do fim-de-semana.

 

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_59.jpeg

 

Se estão de ressaca de bolos, juntem 2 batatas-doces assadas, 1 pêra e 1 maçã ralada. Juntem-lhe 3 ovos. Mexam tudo muito bem. Mandem 2 copos de farinha de aveia, 1 colher de sopa de canela e 1 colher de chá de fermento em pó (opcional!).

 

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_58.jpeg

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_57 (1).jpeg

 

Eu optei por fazer um afundanço de uma pêra e uma maçã.

 

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_56.jpeg

 

Forno durante 30 minutos a 180º.

 

Este é o bolo chamado “quero-bolo-mas-já-não-é-dia-de-bolo”.

 

iPhone - Foto 2017-05-07 10_57_55.jpeg

 

Boa semana!

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscada_by_renato_reis

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

 

A Chia encontrou o seu lugar num Pudim

por Renato, em 06.05.17

 

iPhone - Foto 2017-05-05 19_57_11.jpeg

 

A chia encontrou o seu lugar num pudim. 🍮 

 

1 litro de bebida de soja + 150g de sementes de chia + q.b. de gengibre ralado + 1 colher de sopa de mel.

 

iPhone - Foto 2017-05-05 19_57_07.jpeg

 

Vão agitando nos primeiros minutos para que não fiquem sementes acumuladas no fundo do recipiente. 

 

iPhone - Foto 2017-05-05 19_57_09 (1).jpeg

 

Quando tiverem o dálmata enfrascado, coloquem no frigorífico umas 2 ou 3 horas. As sementes de chia vão deitar a goma e vai dar a consistência de pudim ao leite.

 

iPhone - Foto 2017-05-05 19_57_09.jpeg

 

É um bom início de dia ou uma boa sobremesa.

 

iPhone - Foto 2017-05-05 19_57_10.jpeg

 

Vejam em

www.instagram.com/patuscadablog

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

Reaproveitar na jardinagem.

por Renato, em 05.05.17

 

Quando o tanque para lavar a roupa é sítio onde crescem morangos 

 

iPhone - Foto 2017-05-02 12_03_21.jpeg

 

www.instagram.com/patuscadablog

www.facebook.com/patuscadablog

www.patuscada.blogs.sapo.pt

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos