Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Doce da Casa

por Renato, em 22.01.15

Todos os doces da casa que como quando vou a um restaurante têm leite condensado, café, bolacha embebida em café e natas. Mais: vêm sempre às camadas.

O doce da minha casa também vem às camadas mas não ando cá com muitos processos para o fazer. Por acaso, não fiz esta sobremesa para comer depois do almoço ou jantar. Fiz este doce para lanchar... Há quem defenda por aí que, caso o mundo acabe pelas 13:00 horas ou pelas 20:00 horas, é sempre melhor comer a sobremesa primeiro para nunca nos faltar o melhor.

IMG_3149.JPG

Para o caso do mundo acabar muito antes da hora do jantar, fui comprar um iogurte grego natural, línguas-de-gato, ananás, leite e açúcar mascavado. Tinha ainda hortelã-menta na "horta" que aproveitei.

A única coisa complexa [?] que fiz foi ferver leite com açúcar, um pé de hortelã-menta e canela.

Deixei arrefecer.

Num pano desfiz, sem dó, todas as línguas-de-gato.

Fiz camadas. A camada de baixo com línguas-de-gato desfeitas e o leite fervido até ficarem submersas; uma camada de ananás e a última camada de iogurte grego.

IMG_3150.JPG

Não sei fazer contagens de calorias, mas calculo que seja ligeiramente menos calórico e mais saudável do que os doces da casa tradicionais.

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos