Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Bota preguiça no 1º dia de 2015

por Renato, em 01.01.15

IMG_3102.JPG

Entrámos em 2015 e este é o seu primeiro dia. Dia após um último jantar de 2014 mais ou menos reforçado com coisas que normalmente não se comem. Dia-feriado temperado com um frio de rachar em que faz apetecer ficar em casa refastelado, preocupar-me com o almoço e o jantar 15 minutos antes de o comer, mas com vontade de comer alguma coisa que me console.

Fiz aquele prato que começa seriamente a ser a minha comida rápida preferida para os dias em que chego ás 20H a casa e não tenho nada preparado: Massa al Pesto. O pesto vem ali dos lados de Génova, Itália (eu sei que pareço a Alexandra Lecastre nos programas da noite debitando pesquisas da Wikipedia), é um molho verde, cuja cor vem, principalmente do manjericão, no entanto, também contém alho, pinhões, queijo parmesão e azeite. Esta é a receita tradicional de pesto. Podem comprar o pesto já feito e eventualmente poder-vos-á sair mais barato do que comprarem os ingredientes para o fazer, começando pelo simples facto de que, se quiserem fazer a receita tradicional, terão que comprar o ouro branco dos frutos secos: pinhões.

IMG_3101.JPG

Nesta minha receita, eu substitui por avelãs, no entanto, acho que poderão também usar nozes ou amêndoas. Esta que vos mostro não é igual à tradicional mas é igualmente fácil.

Portanto, pus a água com sal e um fio de azeite ao lume; quando a água começou a ferver coloquei a massa tagliatelle da gama gourmet barata do Aldi (sou mão de vaca, sim...).

Para fazer o Pesto, juntei 2 mãos cheias de avelãs com umas 10 folhas de manjericão e vinagre balsâmico (mas não muito, se quisesse que ficasse mais ácido poderia acrescentar depois!) no copo da varinha mágica; juntei-lhe sal e pimenta e passei tudo. Para ficar com aquela consistência pastosa fui, aos poucos, juntando azeite e triturando até ficar como queria.

Escorri a massa, voltei a pôr dentro do tacho e juntei-lhe o pesto e misturei tudo; ralei queijo parmesão e servi para 2 pessoas que lamberam o prato.

Houvesse mais...!

Bom 2015!

 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos