Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

Patuscada

A cozinhar enquanto conto umas histórias e mando umas larachas que não são bem histórias.

A Real Francesinha do Imperial de Ourique

por Renato, em 15.05.16

Saímos do Barreiro e tinhamos um objectivo muito bem definido; a rua era aquela e sabiamos aquilo com que nos queriamos alambazar. O carro estava estacionado e já passava das 19: boa, não havia paquimetro a pagar. Seguimos adiante com certeza em tempos confirmada de que aquela seria a melhor francesinha de Lisboa.

 

Descemos a rua em direcção ao jardim da Estrela e a meio dela um cheiro bom a óleo de fritar batatas: está quase!

 

Com um dos toldos da rua por baixo de mim, olhei para a porta cinzenta de alumíneo à minha esquerda, li "Menu de Almoço" e olhei para a meia dúzia de mesas que havia lá dentro; pensei "Não pode ser aqui." Eu continuei a descer a rua, mas ela parou e disse "Ei! É aqui!". Não discuti: a mulher tem sempre razão. Passei para o lado da estrada e li o toldo: "Imperial de Ourique".

 

Em tempos, num dos episódios da Prova Oral da Antena 3, houve quem tivesse sugerido este Imperial de Ourique como o restaurante com a melhor francesinha em Lisboa. Após uma recente visita ao norte, de onde ela é, que inclui uma francesinha em massa folhada, era o momento de encontrar um espaço cá em baixo que satestizesse este nosso desejo. 

 

Sem grandes complicações, entrámos e ficámos logo ali numa mesa perto da porta; se a coisa não corresse bem, a saída era já ali.

iPhone - Foto 2016-05-13 20_45_49.jpeg

A escolha não foi difícil. Claro, as variações normais da francesinha estavam na carta; para nós, foi a francesinha tradicional.

 

Lá aguardámos na companhia um do outro e de duas Super Bock: ela diz que é a melhor e eu não contesto; mulher tem sempre razão. 

 

Enquanto esperávamos, olhava em redor: para o guardanapo de papel; para a faca de cerrilha colocada ali especialmente para a francezinha; para o misto de luz branca dos focos de luz do teto e de luz amarela do candeeiros das paredes; para as pessoas que entravam para comprar um maço de tabaco ou para beber um café.

 

Depois de nós, entrou um grupo de três adultos, três crianças e todos eles também sabiam ao que vinham. Entretanto, o senhor ao meu lado terminava a sua francesinha e dizia ao dono do Imperial de Ourique: "Escute, isto está muito bom! Estou sem palavras, você deixou-me sem palavras!". Eu pensei: "Ai é? Ai é? Quero ver isso!"

 

Pouco tempo depois chegaram as nossas francesinhas; para o grupo que entrou depois de nós, chegaram três francesinhas para os adultos e três bitoques para as crianças. A mãe de uma das miudas, a mais velha, disse "Prova lá este molho, acho que vais gostar!" e com uma colher colocou o molho no prato da criança; ela provou, estranhou, riu e disse "Põe mais!". Eu já me estava a passar com tanto elogio e questionava sobre quem é que estaria a fazer tal magia naquela cozinha. A determinado momento ouvi: "A cozinheira é de Lamego!".

iPhone - Foto 2016-05-13 20_26_40.jpeg

Ela chegou.

 

 

Silêncio.

 

Aquela cama de carne, linguiça, salsicha, ovo e queijo, mergulhada naquele molho suficientemente picante para me deixar a fungar, mas não suficientemente picante para me deixar a suar era divino. Uma das melhores que comi, de modo que considero que não a comi mas sim absorvi.

 

Agora estava a perceber aquela algazarra toda de elogios. Sim, vale a pena, vale mesmo muito a pena. Gostei da primeira francesinha que comi, no entanto, gostava que aquela tivesse sido a primeira; aquela teria sido a referencia desde o início. 

 

Cada sitio tem o seu lugar. Este sitio merece o lugar que tem. A tradição faz-se ali e acreditem, para eu me lembrar desta mega experiência de forma mais ou menos detalhada, foi porque valeu totalmente a pena.

iPhone - Foto 2016-05-13 20_46_14.jpeg

Houvesse mais pão!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos